O Sagrado e o Poético no cinema de TARKOVSKI

Código:
-
Preço:
Gratuito

Descrição

O Sagrado e o Poético no cinema de TARKOVSKI

Assistir a um filme do cineasta russo Andrei Tarkovski é dialogar com a filosofia. É como se enveredar pela poesia; como ajoelhar-se e reverenciar o Sagrado. O cinema de Tarkovski é poesia e encantamento que se revelam nas imagens lentas e nas cenas cuidadosamente construídas para tocar o mais profundo do ser. É pura atmosfera, clima que nos envolve sem explicar o como e o porquê.

 

PROGRAMAÇÃO

Stalker (1979)

Dia 4 de maio  

Quem somos e para onde iremos? Seriamos capazes de saber o que realmente desejamos? O que é felicidade? Quem realmente é feliz? O filme mostra a peregrinação de três homens, em uma zona de acesso proibido, que leva a um “quarto” no qual os desejos mais secretos são realizados. Tarkovski parece nos mostrar a impossibilidade de nos escondermos de nós mesmos, dos nossos medos e dos verdadeiros desejos.

 

O sacrifício (1986)

11 de maio

Último filme de Tarkovski, a obra revela a fragilidade do ser humano diante da contagem regressiva para o fim da humanidade. A única saída é restaurar a harmonia do homem consigo mesmo e com a natureza, harmonia que nasce dos atos de sacrifício, da capacidade de renunciar ao individualismo e ao materialismo desenfreado.

 

Andrei Rublev (1966)

18 de maio

A fé e a arte são os pontos centrais do filme, que retrata a vida de Rublev, monge e artista russo, criado em um monastério, que viveu entre o final do século XIV e as primeiras décadas do século XV.

 

Sábados, das 15 às 18 horas

Comentários de Ricardo Fenati, Lucimara Trevizan e Graziela Cruz

 

Informações e inscrições pelo fone: 3342-2847 ou pelo site do Centro Loyola.

 


Reserve o curso: O Sagrado e o Poético no cinema de TARKOVSKI

Já é cadastrado? Faça o login.

Informações do participante

Informações complementares

* obrigatório