Um Poema

O QUE EU PROPONHO

O que eu proponho
É um inferno limpo
Sem nenhuma espécie de sonho.

Também um infinito
Onde tudo se acabe
Menos o grito.

O que eu proponho é uma eternidade
Onde seja proibida
A saudade.

Sem ilusões de nenhuma casta.
O que eu proponho é estar contigo
Até que eu diga
(e nunca vou dizê-lo)
basta.

Renata Pallotini

In: Poesia Não Vende, publicado pela Hucitec Editora, 2016.