Um Poema

Soneto de Lamentação

Há um menino dormindo na areia
um sono pra lá de profundo
é o sono de todo mundo
sem sonho, sem vida, sem veia.

As águas trouxeram o menino
sem mãe, sem pai e sem terra
despojo e despejo de guerra
jogado ao mar, sem destino.

O choro é tão forte e agudo
que por desgosto se espalha
no rosto de todo mundo.

E um pouco da minha esperança
padece, afogada na praia
no corpo daquela criança.

José Barbosa Junior - 03/09/2015