Uma Música

 

Marcelo Jeneci

"Haverá um dia em que você não haverá de ser feliz.
Sem tirar o ar, sem se mexer, sem desejar como antes sempre quis.
Você vai rir, sem perceber, felicidade é só questão de ser.
Quando chover, deixar molhar pra receber o sol quando voltar.
Lembrará os dias que você deixou passar sem ver a luz.
Se chorar, chorar é vão porque os dias vão pra nunca mais.

Melhor viver, meu bem, pois há um lugar em que o sol brilha pra você.
Chorar, sorrir também e depois dançar, na chuva quando a chuva vem.
Melhor viver, meu bem, pois há um lugar em que o sol brilha pra você.
Chorar, sorrir também e dançar.
Dançar na chuva quando a chuva vem.

Tem vez que as coisas pesam mais do que a gente acha que pode aguentar.
Nessa hora fique firme, pois tudo isso logo vai passar.
Você vai rir, sem perceber, felicidade é só questão de ser.
Quando chover, deixar molhar pra receber o sol quando voltar...

Recebemos estímulos da sociedade contemporânea que despertam em nós desejos muitas vezes confundidos com a felicidade: possuir e acumular valiosos bens, cultivar a eterna juventude do corpo, criar laços com base em interesses de status...

Ser feliz é muito mais que isso. Ou melhor, muito menos...

Esta música e seu videoclipe, docemente, falam que apesar de alguns capítulos de nossa história não serem como queríamos, e do sofrimento fazer parte da condição humana, como já dizia Nietzsche, "Quem tem por que viver aguenta quase qualquer como". Assim, os dias tristes, os pesados fardos, não podem ofuscar a beleza dos encontros e dos reencontros, dos afetos, dos relacionamentos verdadeiros, dos pequenos instantes que fecundam a felicidade...

A felicidade não se encontra no extraordinário, e sim nas coisas ordinárias, simples e pequeninas.

É sempre melhor viver, chorar, porque é preciso, mas sorrir e dançar na chuva, com esperança e se deliciar com as pessoas e os momentos que são lugares onde o sol brilha para nós!

E nunca esquecer que sempre haverá um arco íris para nos acompanhar!!!! (GN 9, 13-14).

Carla Regina de Miranda