Uma Música

 

 

A Casa é Sua (Arnaldo Antunes)

 

Não me falta cadeira / Não me falta sofá
Só falta você sentada na sala / Só falta você estar

 

Não me falta parede / E nela uma porta pra você entrar
Não me falta tapete / Só falta o seu pé descalço pra pisar

 

Não me falta cama / Só falta você deitar
Não me falta o sol da manhã / Só falta você acordar

 

Pras janelas se abrirem pra mim / E o vento brincar no quintal
Embalando as flores do jardim / Balançando as cores no varal

 

A casa é sua / Por que não chega agora?
Até o teto tá de ponta-cabeça / Porque você demora

 

A casa é sua / Por que não chega logo?
Nem o prego aguenta mais / O peso desse relógio

 

Não me falta banheiro, quarto / Abajur, sala de jantar
Não me falta cozinha / Só falta a campainha tocar

 

Não me falta cachorro / Uivando só porque você não está
Parece até que está pedindo socorro / Como tudo aqui nesse lugar

 

Não me falta casa / Só falta ela ser um lar
Não me falta o tempo que passa / Só não dá mais para tanto esperar

 

Para os pássaros voltarem a cantar / E a nuvem desenhar um coração flechado
Para o chão voltar a se deitar / E a chuva batucar no telhado

 

A casa é sua / Por que não chega agora?
Até o teto tá de ponta-cabeça / Porque você demora

 

A casa é sua / Por que não chega logo?
Nem o prego aguenta mais / O peso desse relógio

 

 

 

Pensando e repensando a nossa vida... a nossa história... 

O que ou de quem precisamos para transformar o nosso lar?

Do que precisamos para nos transformar? O que nos falta?

 

Só falta você! Pode entrar...

 

Bela canção para o tempo do advento...

Tempo: da esperança, da espera, da mudança e profunda transformação do nosso ser e dos nossos sentidos. Tempo de preparação para receber Aquele que vem ao nosso encontro. Ele que é presença e visita a morada de todos nós!

 

Preparemos a nossa casa. É na acolhida que Deus visita. Que saibamos acolher as pessoas, as diferenças, o mundo e tudo o que gera e transforma a vida para o amor! Reconhece-Lo em cada criatura, amar sem medidas...

 

E na arte de visitar os amigos, ir ao encontro, ser presença, estar junto... que O sentimos! 

 

Sempre que ouço: entra, a casa é sua, recordo-me de uma palavra amiga que inspira profunda reflexão: "Mais importante que visitar... É A ARTE DE RECEBER."

 

Receber é acolher, trazer para a intimidade, receber as pessoas... um amigo, um conhecido ou outrem é dom! Requer abertura, um refinar da alma: abrir, receber, acolher, amparar, cuidar. Requer simplicidade, escuta, atenção e zelo!

 

Nesse tempo, todo nosso, preparemos a nossa casa para receber quem vem ao nosso encontro. Saibamos abrir as portas da nossa morada, sejamos abrigo e proteção. Que o amor seja o nosso aconchego!

 

Entra a casa é toda sua! Que bom que você veio... seja bem-vindo!!!

 

 

 

Para abrir a nossa alma e aprofundar o nosso olhar, trecho da música Anunciação - Alceu Valença.

 

Na bruma leve das paixões
Que vêm de dentro
Tu vens chegando
Prá brincar no meu quintal
No teu cavalo
Peito nu, cabelo ao vento
E o sol quarando
Nossas roupas no varal...

 

Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais
Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais...

 

Marcelle Durães

Equipe do site

16.12.2013