Uma Música

 

 

 

Doce Companhia

 

Julieta Venegas e Fernanda Takai

 

Hoje só quero silêncio
Não quero nada mudar
Quero ficar bem tranquila
E saborear esta paz

Tenho um momento de calma
Eu sinto o peso ceder
O emaranhado da vida
Já desfiz, sei por que

Nada que venha de fora
Vai me fazer mais feliz
Como sentir os teus olhos
Tranquilos sobre mim

Sua doce companhia
Não me canso de querer
Me sinto ressuscitada
Perto de você

Fico de longe esperando
A hora em que vou te ver
Em tuas mãos eu me entrego
Me rendi a você

Eu já não tenho resposta
Nem esperava encontrar
Meu coração tão cansado
Não queria sequer tentar

Nada que venha de fora
Vai me fazer mais feliz
Como sentir os teus olhos
Tranquilos sobre mim
Me sinto florescer

 

O amor faz a vida florescer! Amor que dá sentido e é sentido!

É o fio que tece os avessos da vida, transforma realidades, além da superficialidade.

É a sensibilidade sem tamanho que eleva toda a nossa humanidade e não nos deixa acostumar com restos.

 

Ser inteiro e não metade. Somos inteiros!

 

O amor inteiro é sublime.

É doce companhia que traz paz.

Ressuscita!



"PRIMAVERA


Ela chega discreta
na metamorfose divina
com seus encantos, sua beleza
Seus varios perfumes,
com seu jeito peculiar.
Da vida ao seco
trazendo vigor da florada
uma eclosão de cores
num calor de amores
em uma brisa que enternece.
Crianças brincando na chuva
sobre um céu colorido
olhares sorridentes
pulsando nos movimentos
Ah, doce e bela primavera!"

(Patrícia Tieko)

 

Marcelle Durães

Equipe do site