Espiritualidade

olhares.com

 

A páscoa está passando por nós. Em mim, ela perpassa todo meu ser e existir. Este mistério grandioso nos escapa. Não podemos abarcá-lo em nossa pequenez e por vezes experimentamos lampejos dessa luz que aquece nosso coração impregnando-o do perfume da esperança e da confiança de que somos ardentemente amados por Deus.

 

Uma alegria me invadiu e mandou embora toda preocupação, toda dúvida, todo medo... Por alguns dias sei que vou me sentir assim e é importante viver essa alegria, deixar-se inundar por ela e registrar, escrever esse milagre que acontece nos corações que se abrem à graça, mas também naqueles que nem se dão conta do clarão que os ilumina.  A memória é frágil e pode esquecer... Já o coração, como disse a Adélia, quando o coração experimenta não esquecemos jamais, por isso temos a capacidade de recordar.

 

Precisamos recordar sempre esse grande amor que foi derramado em nós, para que nos momentos de dificuldade, de angústia e tristeza, que certamente virão, possamos encontrar a paz de Jesus e revelá-la aos irmãos. É aí que esse amor se faz mais necessário. Afinal “viver é perigoso”, ainda mais neste mundo em que vivemos tão injusto e desumano, tudo tão volátil, passageiro, descartável... Onde poderemos colocar nossa confiança? Só em Deus, sempre em Deus. Essa é a certeza imutável que muda nossa forma de viver: somos amados e  cuidados por Deus. Isso nos dá serenidade diante dos problemas e possibilidade de ouvirmos a sabedoria do Espírito Santo que não cessa de soprar sobre nós a verdade que nos liberta: Jesus ressuscitou verdadeiramente. Aleluia!

 

 

Lilian Carvalho

24.04.2012