Um Poema

 

“Hoje entendo a vida como um lugar para termos a maior fome que pudermos,

a maior sede de que formos capazes.

A vida é uma máquina de construir desejo.

Bem-aventurados os que têm um desejo tão grande, tão grande, tão grande que nada pode responder.

Isso faz-nos procurar outras respostas.

F. Pessoa também diz: «Triste de quem está contente», não é?

A insatisfação é uma dor. Mas essa ferida torna-se fecunda, criativa”

 

José Tolentino de Mendonça