Um Vídeo

 

O olhar, o ver, o entender o outro: o sofrimento do outro, a arrogância dos outros, a solidão que os outros provocam naquele outro.

E por fim, fazer-se próximo, mesmo que longe; encurtar as distâncias, querer ser igual no que o outro tem de diferente.

Não é isso que marca o cristianismo? Um OUTRO que se fez igual e foi morto por ser considerado diferente?

 

Lucimara Trevizan

30.03.2012